01/06/2016
Tamanho
 

Compensação por atraso de objetos postais é aprovado em Comissão

Sérgio Francês/Lid. PSB   
Julio Delgado destaca lei antiga e omissa sobre atraso na entrega
 

A Comissão de Ciência e Tecnologia aprovou, nesta quarta-feira (1), Projeto de Lei nº 7354/10 do deputado federal Júlio Delgado (PSB-MG), que dispõe sobre a compensação a clientes da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), no caso de atraso ou extravio de objeto postal. A matéria propõe a alteração da Lei n° 6358/78, que trata sobre o recebimento, tratamento e expedição de objetos pela ECT.
 
De acordo com a Proposta, o regulamento deve dispor sobre as condições de aceitação, encaminhamento e entrega dos objetos postais, compreendendo o código de endereçamento, formato, limites de peso, valor e dimensões, acondicionamento, franqueamento, registro e prazos de entrega. Caso ocorra algum descumprimento dos prazos e demais condições de entrega, a empresa terá que ressarcir o cliente da seguinte maneira: de 20% a 80% da tarifa ou preço cobrado por serviço sem valor declarado; ou de 20% a 100% do valor do objeto, quando este for declarado.  
 
Para Delgado, a Lei 6358 é omissa quando se trata dos atrasos e danos sofridos pela correspondência. Ele também considera omissa a portaria n° 311, de 1998, do Ministério das Comunicações, que disciplina a distribuição postal e estabelece os prazos de entrega. 
 
Segundo o socialista, a situação é preocupante, tendo em vista a gradual queda de qualidade dos serviços postais. Segundo dados da ECT, em 2008, 93,7% dos objetos foram entregues no prazo, diante de uma meta de 97%. Comparativamente, em 2004 esse índice superava os 85% para objetos postais simples e alcançava 99% para encomendas expressas e serviços agrupados, como malotes.
 
Delgado diz que tais números podem parecer auspiciosos, mas trata-se de um volume de cerca de R$ 6 bilhões de objetos postados anualmente, o que significa que em 2008 os Correios atrasaram a entrega de mais de 400 milhões de objetos. “Certamente uma quantidade impressionante de episódios que geram insatisfação do consumidor.”
 
Mesmo diante desse quadro preocupante, a administração da ECT alcança prazos comparativamente superiores aos da maior parte dos países. Porém, este não deve ser um argumento que justifique o volume de atrasos crescente, considera o parlamentar. 
 
Para resolver tal situação o socialista apresentou o PL, que determina o direito do usuário a pedir compensação por atraso no serviço, cujo valor esteja vinculado ao preço da postagem ou ao valor declarado. “Esperamos impor uma melhoria da qualidade dos serviços postais, de modo a situar os Correios entre as melhores empresas do País, ajudando-a a recuperar o elevado nível de confiança da população que chegou a alcançar em décadas passadas”, declara.

Moreno Nobre
 
Mais notícias sobre Ciência e tecnologia
04/10/2017 - Deputados socialistas defendem continuidade do Programa Antártico Brasileiro
16/08/2017 - Debate sobre políticas públicas de educação no campo é aprovado em Comissão
26/04/2017 - Socialistas prestigiam lançamento de Frente de apoio ao Programa Espacial
11/04/2017 - Comissão aprova audiência pública sobre o Programa Espacial Brasileiro
01/06/2016 - Compensação por atraso de objetos postais é aprovado em Comissão
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.