11/04/2017
Tamanho
 

Luciano Ducci pede urgência na distribuição da vacina contra dengue no País

Chico Ferreira/Lid. PSB   
O projeto de Luciano Ducci segue aguardando aprovação na CSSF
 

A Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) realizou, nesta terça-feira (11), audiência pública para discutir a comercialização e distribuição de vacina contra dengue. O deputado Luciano Ducci (PSB-PR) participou da reunião e destacou projeto de sua autoria (PL nº 4320/16), que tem por objetivo garantir a oferta dessa vacina à população. O medicamento já existe e está registrado na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A vacina tem sido pouco ofertada, embora esteja registrada desde dezembro de 2015 na Anvisa e liberada para comercialização pelo Comitê Técnico Executivo da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed). No entendimento de Ducci, seu PL vem de encontro aos interesses da sociedade, apesar de estar há um ano em tramitação na Casa. “Quero incluir esta vacina no Programa Nacional de Imunização, pois sua eficácia já foi comprovada”, lembrou Ducci.

Incialmente, o PL 4320/16 pedia que a vacina fosse disponibilizada apenas em áreas de grande risco epidemiológico. “Agora pedimos urgência na tramitação dessa matéria para que o Governo Federal adote esta vacina. O Paraná foi o primeiro estado a implantá-la, com mais de 200 mil pessoas imunizadas, sem efeitos colaterais”, destacou. Para concluir esse processo, a vacina possui três etapas de aplicação e reduz as chances de internação e morte por dengue hemorrágica em 90%.

A Dengvaxia, vacina desenvolvida por um laboratório francês, já é comercializada na rede particular brasileira e vem sem sendo adotada em uma campanha pública no estado do Paraná. Além da Dengvaxia, uma outra vacina está sendo desenvolvida no Brasil, esta pelo Instituto Butantan. Tanto os representantes de órgãos públicos e agências reguladoras como os de conselhos de saúde federal e municipal debateram a viabilidade financeira de aquisição da vacina contra a dengue.

Viabilidade de campanha - O Governo Federal está realizando uma série de estudos para constatar se é viável adotar, em todo o País, uma campanha de vacinação contra a dengue. A informação foi confirmada por Francieli Fantinato, da Secretaria de Vigilância das Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde. Ela explicou que uma das principais análises em andamento é a do custo-benefício do produto. "Isso inclui o preço da vacina, a quantidade de doses necessárias, a eficácia, a logística de distribuição e até a previsão de perda dos frascos depois de abertos", citou.

Francieli acrescentou que o comitê do Ministério da Saúde considera ideal uma vacina que tenha dose única, garanta imunização contra os quatro sorotipos da dengue, tenha eficácia de longa duração e não apresente efeitos adversos graves. "Ainda não se sabe o tempo de duração dos efeitos da Dengvaxia, mas foi considerada satisfatória a eficácia por um ano", apontou.

Rhafael Padilha
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.