25/10/2017
Tamanho
 

Plenário recusa autorização para processo contra Temer e Júlio Delgado rebate placar

Sérgio Francês/Lid. PSB   
Líder do PSB garante que Governo está enfraquecido na Câmara
 

O Plenário da Câmara dos Deputados recusou autorização para o Supremo Tribunal Federal (STF) processar, por crime comum, o presidente da República, Michel Temer, e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral).

O líder do PSB, deputado Júlio Delgado (MG), lamentou o resultado, mas ressaltou que o Governo Temer segue enfraquecido após os números finais da votação. “Não tem voto para aprovar a Reforma da Previdência. ”

Com 251 votos a 233, o Plenário aprovou o relatório da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), de autoria do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG). O pedido de autorização será arquivado. Houve duas abstenções e 25 deputados não compareceram. “Isso não significa que perdemos a guerra, mas apenas esta batalha de hoje”, acrescentou Delgado.

Com isso, somente após Temer deixar o mandato é que ele responderá pelas acusações perante a primeira instância. Já os ministros também responderão pelas acusações quando deixarem seus cargos.

O caso envolve ainda outras pessoas que não têm foro privilegiado, como os ex-deputados Eduardo Cunha, Geddel Vieira Lima, Henrique Eduardo Alves e Rodrigo da Rocha Loures; além do empresário Joesley Batista e o executivo Ricardo Saud, ambos da J&F.

Rhafael Padilha
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.