08/03/2018
Tamanho
 

Deputada Keiko Ota apresenta proposta para humanizar o luto materno

Chico Ferreira   
 

A deputada federal Keiko Ota (PSB-SP) apresentou o Projeto de Lei nº 9.653/2018, que estabelece a obrigatoriedade de hospitais públicos e privados instituírem procedimentos relacionados a humanização do luto materno. A proposta altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/1993).

De acordo com a parlamentar, o conhecimento da perda gestacional, geralmente, ocorre em ambiente hospitalar. “As maternidades, em sua maioria, não têm propiciado ações contundentes com intuito de atenuar sentimentos emocionais provocados pelo luto e os profissionais de saúde se concentram apenas na saúde física da parturiente”, explica.

Keiko argumenta que a despedida é imprescindível, pois é nela onde se permite aos pais fechar esse ciclo, e segundo psicólogos, ajuda na superação do trauma. “Existem relatos de mães que não viveram esse momento e lamentam não terem sido orientadas nesse sentido”, completa.

Um dos pontos levantados pela proposta, diz respeito a obrigatoriedade de separação de ambiente, evitando assim que as parturientes de luto fiquem na mesma enfermaria ou ala da maternidade onde se encontram as mães dos bebês vivos. “Não devia lei tecer essa interferência administrativa, mas se faz necessária, diante dessas situações serem conhecidas e rotineiras nos hospitais. ”

“Esta proposição pretende humanizar os casos em que os bebês não conseguem sobreviver, acolhendo a mãe no sentido de tentar amenizar a enorme dor que essas mulheres passam nesse momento”, finaliza a socialista.

Marcelo Bessoni - Especial para o PSB na Câmara
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.