02/05/2018
Tamanho
 

Na semana do Trabalhador, socialistas reforçam luta por direitos e condenam reformas

Google Imagens   
Socialistas estão engajados em manter os direitos trabalhistas
 

Na semana em que se comemora o Dia do Trabalhador (1º), deputados socialistas reforçaram suas posições em prol dos direitos conquistados e contra a reforma trabalhista. Para o líder do PSB na Câmara, deputado Júlio Delgado (MG), a data é histórica por representar a luta por melhores condições e, acima de tudo, respeito com todas as classes. “Infelizmente a reforma trouxe retrocesso e precarização do trabalho. Há pouco para ser comemorado, mas torço para que a data sirva de reflexão, mobilização e vitórias possam voltar a ser comemoradas.”

Na opinião do pernambucano Tadeu Alencar é importante seguir lutando contra a desigualdade e a concentração de renda. “Modernizar as relações de trabalho não pode ser sinônimo de precarização. Nunca vamos abrir mão da valorização do trabalho e dos trabalhadores, que são fundamentais para a transformação da sociedade. Parabéns a todos que fazem a força de trabalho do País”, destaca. O deputado Danilo Cabral (PE) também prestou sua homenagem. “Parabenizo a todos aqueles que fazem o País andar com seu suor diário. Feliz 1º de Maio a todos os trabalhadores do Brasil”.

O deputado Bebeto Galvão (BA) também lamenta que o Brasil não tenha muito a celebrar. De acordo com o socialista, a Reforma Trabalhista, retirou direitos conquistados ao longo da história e aumentou o desemprego no País. “Apesar disso, parabenizo todos os trabalhadores. Não vamos desistir da luta por dias melhores, por igualdade e justiça social”, acrescenta.

O socialista Aliel Machado (PR) reforça seu compromisso de continuar lutando no Congresso contra a retirada de direitos dos trabalhadores. “Estamos enfrentando temos difíceis, mas juntos somos fortes e vamos lutar por um país mais justo”, disse. Para o deputado Felipe Carreras (PE), o trabalhador brasileiro é o orgulho da Nação e, por isso, ele reforça a necessidade da Casa dar celeridade ao Projeto de Lei nº 165/15, de sua autoria. “Esse PL está em regime de urgência para ser votado e tem como finalidade garantir reajustes dignos do salário mínimo. ”

O índice de desemprego no Brasil atingiu 13,1% no trimestre encerrado em março de 2018. Segundo o socialista Luciano Ducci (PR), essa situação precisa ser revertida. “O Dia do Trabalho serve para refletir sobre a urgência em mudar a política econômica visando preservar os empregos. As famílias precisam de segurança para planejar suas vidas”, frisa Ducci.

Para Alessandro Molon, do PSB carioca, essa data chega com a memória viva da última rasteira do Governo Federal contra a população. “Não houve empenho para aprovar Medida Provisória que diminuía o estrago feito pela Reforma Trabalhista. Um enorme retrocesso, contra o qual continuaremos lutando! Da mesma forma que estivemos na linha de frente contra a portaria que liberava o trabalho escravo, seguimos na resistência pelos direitos de todos”, exclama.

Jefferson Campos (PSB-SP) espera que todas as bênçãos recaiam sobre o trabalhador. “Sem distinção de categoria, raça, credo ou poder aquisitivo, o trabalhador brasileiro almeja o melhor e é a máquina propulsora de toda Nação”, destaca. O gaúcho José Stédile lembra que o trabalho garante conquistas pessoais e ajuda na superação de obstáculos. “Isso nos faz grandes para buscar o melhor para o país.”

O deputado sergipano Valadares filho destaca que votou contra a reforma também é contra a Reforma da Previdência. “Acredito que precisamos ampliar esses direitos e não o contrário. Nesse dia de luta e reflexão, tão importante quanto saber qual caminho devemos seguir é reconhecer quem está do nosso lado”, crava.

O deputado Rafael Motta (PSB-RN) também usa seu mandato em defesa dos interesses dos trabalhistas no Congresso e lamenta todos direitos retirados com as reformas trabalhista e previdenciária. “Votamos contra”. A socialista Janete Capiberibe segue na mesma linha de raciocínio. “Lutamos para retomar a caminhada e melhorar a vida de quem produz a riqueza do País e do Mundo: a trabalhadora e o trabalhador”, lembra.

O socialista Elizeu Dionízio (MS) saudou os trabalhadores de seu estado e do Brasil. “Faço votos de saúde, sucesso e realizações a todos os trabalhadores e trabalhadoras que contribuem para a construção de um Mato Grosso do Sul e de um Brasil melhor”. O cearense Odorico Monteiro foi enfático. “Grandes vitórias exigem grande dedicação! Mas ainda precisamos reconquistar direitos retirados pelo atual governo”, lamenta.

Os deputados Veneziano Vital (PB) e Leopoldo Meyer (PR) celebram a data reafirmando seus compromissos com o trabalhador. “Nossos esforços continuam voltados às medidas que favoreçam a recuperação de emprego e devolvam a autoestima da população. Parabéns a todos”, disse Meyer.

Como de costume, o deputado Heitor Schuch (RS) destaca a luta dos trabalhadores rurais de todo País por melhores condições de vida. “Sabemos da necessidade em garantir direitos de agricultores familiares. São eles que garantem nosso alimento diário. Também parabenizo todas as classes pelo seu dia histórico”.
 

Rhafael Padilha
 
Mais notícias sobre Trabalho
04/09/2018 - Deputado José Stédile discursa em defesa de melhores condições de trabalho
23/05/2018 - Comissão aprova Projeto de Valadares Filho que eleva valor de multa por infração trabalhista
02/05/2018 - Na semana do Trabalhador, socialistas reforçam luta por direitos e condenam reformas
13/12/2017 - PLP de Bebeto Galvão assegura ao empregado doméstico direito ao abono salarial anual
06/12/2017 - Projeto assegura a domésticas direito a descanso para amamentar seus filhos
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.