09/05/2018
Tamanho
 

Socialistas defendem medidas de redução de mortes no trânsito

Google Imagens   
 

Período em que os prédios e monumentos públicos se iluminam com a cor amarela, o mês de maio representa momento em que as atenções se voltam ainda mais para a segurança no trânsito. A Campanha Maio Amarelo alerta para o alto índice de mortos e feridos em acidentes envolvendo veículos. No Brasil, mais de 40 mil pessoas morrem por ano nessas situações e as principais causas continuam relacionadas a falhas humanas como imperícia, imprudência e desatenção.

Ativo na luta pela redução do número de vítimas, o deputado Paulo Foletto (PSB-ES) considera que o trânsito é um dos grandes dramas da vida moderna. “Não só o trânsito urbano, mas também os acidentes nas grandes rodovias, que ceifam a vida de milhares de brasileiros”, lamenta. Ele e o ex-deputado Beto Albuquerque (PSB-RS) são autores da proposta que instituiu o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), Lei nº 13.614/18.  

Foletto ressalta o principal objetivo do Pnatrans que é reduzir à metade, no prazo de dez anos, o índice de mortes em acidentes de trânsito no País e deverá ser elaborado em conjunto pelos órgãos de Saúde, Trânsito, Transportes e Justiça. “A Polícia Rodoviária Federal já começou a promover audiências nos estados brasileiros para discutir com a sociedade e para que possamos consolidar o Plano de Redução,” explica.

O líder do PSB na Câmara, Júlio Delgado (MG), lembra que o número de mortes representa patamar maior que de muitas guerras. “Por isso, este período do Maio Amarelo é tão importante, para despertar a necessidade de ter mais prudência, atenção e educação no trânsito, tanto condutores como também os pedestres”, destaca.

Por que maio Em 11 de maio de 2011, a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito – pacto para a redução em 50% do número de vítimas no trânsito até 2020. Com isso, o mês de maio se tornou referência mundial para balanço das ações que o mundo inteiro realiza. O Brasil é um dos países que integram o programa da ONU.

 

Tatyana Vendramini
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.