03/09/2018
Tamanho
 

Socialistas lamentam tragédia no Museu Nacional e apontam descaso do Governo

O Dia/iG   
Cenas do incêndio que atingiu o Museu Nacional, neste domingo
 

A bancada do Partido Socialista Brasileiro na Câmara dos Deputados lamentou profundamente a destruição do Museu Nacional, no Rio de Janeiro, após grave incêndio na noite deste domingo (2). O líder do partido, deputado Tadeu Alencar (PSB-PE), avalia como uma verdadeira tragédia para a memória brasileira, preservada há 200 anos. “Essa tragédia cortou na carne de nossa nação e aponta para uma negligência inaceitável”, avaliou o parlamentar.

Além da perda incomensurável para a cultura brasileira, Tadeu Alencar criticou a falta de diversos itens de segurança no combate aos incêndios. “São cuidados diários que deveríamos ter com nosso patrimônio e nossa história. Me revolto ao testemunhar a falta d'água nos hidrantes, que poderiam ter feito a diferença contra as chamas”, completou.

O líder destacou ainda a necessidade de adotar providências urgentes para evitar que tragédias como essa se repitam. “Um dia de luto, que devemos transformar numa cruzada de luta pela memória nacional, que é o maior patrimônio de um povo”, encerrou.

O deputado federal Alessandro Molon, do PSB carioca, também avaliou o tamanho desse desastre. “Que tristeza!!! No ano de seu bicentenário, o Museu Nacional sofre com este incêndio devastador. O Rio e o Brasil acabam de perder parte de sua memória. São danos irreparáveis para a cultura e para a ciência brasileira.”

Para o deputado Danilo Cabral (PSB-PE), o incêndio no Museu Nacional é o retrato do descaso com a cultura e o patrimônio brasileiros. “Isso decorre da falta de investimentos em nossa ciência, educação e cultura”, lamentou Danilo, que também é presidente da Comissão de Educação. 

O presidente do PSB, Carlos Siqueira também emitiu nota oficial sobre a tragédia no Museu Nacional do Rio de Janeiro e avaliou que esse fato "não pode ser apenas uma manchete, que se apaga da memória, no curso de uns poucos dias". 

Leia a nota do presidente Carlos Siqueira na íntegra

Dinheiro do BNDES – Em nota, o Ministério da Cultura lamentou o incêndio que destruiu o acervo e as instalações do Museu Nacional, que pertencem à Universidade Federal do Rio de Janeiro. O ministério, segundo o texto, vinha apoiando a direção do museu na elaboração de projetos e busca de recursos para financiar o plano de revitalização e requalificação da instituição.

Um total de R$ 21,7 milhões foi conseguido, em junho, com o BNDES para as ações no museu, mas, segundo o ministério, não houve tempo para o dinheiro ser usado e evitar a tragédia.

O Museu Nacional é a mais antiga instituição científica e museológica do Brasil e completou 200 anos em junho. Seu rico acervo era composto por mais de 20 milhões de itens. O prédio, de grande valor histórico, foi sede principal da monarquia até a proclamação da República.

Com informações de agências
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.