12/12/2018
Tamanho
 

Deputado Jefferson Campos comemora no Plenário o Dia da Bíblia

Divulgação   
 

A pedido do deputado federal Jefferson Campos (PSB-SP), a Câmara dos Deputados realizou Sessão Solene em homenagem ao Dia da Bíblia. O livro mais traduzido, distribuído, lido e pesquisado do mundo tem como data comemorativa, para os cristãos protestantes, o segundo domingo de dezembro de cada ano.

Vice-presidente da Igreja Evangelho Quadrangular, Campos lembrou que a Bíblia incentiva pessoas a intercederem por suas famílias e gera um elo de ligação e expressão do relacionamento de intimidade com Deus. “O livro sagrado levou e ainda leva fiéis missionários a andarem em todo o mundo para pregar a palavra de Deus e sanar conflitos e violências, tornando pessoas mais seguras na fé”, disse.

De acordo com o socialista, a obra já foi amaldiçoada, queimada, já tentaram extingui-la, mas todos os que tentaram, falharam. “Pessoas sofreram tortura, perda de liberdade e até perda da própria vida para imprimi-las. Uma vez lida, é impossível ser indiferente a ela”, afirmou. O deputado citou universidades fundadas por pessoas que acreditavam no livro e que hoje figuram entre as de melhor ensino do mundo, como as conhecidas Harvard, Oxford, Cambridge e Stanford. “Estes dados fazem cair por terra a teoria de algumas pessoas de que a Bíblia é um empecilho ao desenvolvimento da ciência.”

O livro sagrado foi escrito ao longo de 1500 anos, segundo Jefferson Campos, e foi concluído acerca de dois mil anos. A criação do mundo é retratada no Velho Testamento e o Novo Testamento é onde se apresenta toda a história de Jesus Cristo, pregação de seus ensinamentos durante sua vida, morte e ressureição.

 

Andrea Leal
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.