21/02/2019
Tamanho
 

Em seu primeiro mandato na Câmara, Gervásio Maia garante compromisso com os interesses do povo

Chico Ferreira   
Deputado Gervásio Maia teve mais de 140 mil votos na Paraíba
 

Único parlamentar que representa a Paraíba pelo PSB, Gervásio Maia chega à Câmara com mais de 140 mil votos, o mais votado do Estado. Com tamanha responsabilidade e a experiência de presidir a Assembleia Legislativa paraibana, ele diz que quer participar de todas as pautas importantes na Câmara e que atuará em defesa do trabalhador, para evitar que sejam retirados direitos da classe. Em entrevista ao portal do PSB, o socialista também ressalta que o PSB cumprirá o papel de oposição. Uma frase sua define bem como será sua atuação no Congresso Nacional: “Quem representa o povo tem que participar de tudo, silêncio nunca”. Confira:
 
Qual sua expectativa para a chegada à Câmara dos Deputados depois de quatro mandatos na Assembleia Legislativa do Estado?
 
É um novo ciclo de vida pra mim, porque foram quatro mandatos de deputado estadual, todos exercidos de forma muito intensa, e no último tive a honra de presidir a Casa. Agora, fui eleito com uma votação expressiva, o que não me traz vaidade, mas me traz responsabilidades. Então, aqui na Câmara o sentimento é de participar de todas as pautas importantes, sobretudo aquelas que venham a interessar mais a Paraíba. Quero participar de tudo, de todos os debates, de tudo aquilo que eu puder dar a minha contribuição. Esse mandato pertence ao povo do meu estado, da Paraíba, e ao meu partido, o PSB. Eu tenho um compromisso muito forte com o partido e com o povo, e vou trilhar essa linha, sintonizado sempre com o meu estado. 
 
O senhor foi o deputado mais votado da Paraíba, com mais de 140 mil votos. Como pretende retribuir a confiança do povo paraibano?
 
Com muito trabalho. Vamos apresentar emendas, por exemplo, à essa Medida Provisória apresentada pelo presidente Bolsonaro retirando, absurdamente, conquistas da classe trabalhadora, principalmente do homem do campo. Eles não conhecem a vida de quem está lá no semiárido, porque se conhecessem o presidente não teria editado uma Medida Provisória tão absurda quanto essa.  
 
Quais são as principais bandeiras de atuação que pretende defender no Congresso?
 
Eu sempre procurei me inserir em todas as pautas que que necessitam de um bom debate. Quando enxergo que preciso estar ali para dar uma contribuição, seja qual for a frente, eu vou. Interajo com as pessoas, busco ideias, apresento propostas, sugiro mudanças. Gosto de tratar, por exemplo, das questões do direito do consumidor, de defender os direitos dos estudantes, que representam o futuro. Não tenho muita relação com as questões previdenciárias, mas eu jamais poderia ficar fora de um debate como esse. Quem representa o povo tem que participar de tudo, silêncio nunca. 
 
Diante da polarização política nas últimas eleições, quais as dificuldades o senhor acredita que enfrentará?
 
Houve uma polarização muito grande. Mas se observar, a maior parte dos brasileiros não concordou com o modelo que aí está. Houve uma parcela significativa que optou pela rejeição ao Partido dos Trabalhadores. No entanto, eu noto muito radicalismo. Mas, com radicalismo ninguém vai a canto nenhum, as coisas não são resolvidas no grito, dando murro na mesa ou tentando intimidar quem quer que seja. Nós estamos em uma democracia e é preciso aceitar isso. Na oposição, o PSB vai representar as causas de interesse do povo brasileiro. Nós estaremos no Plenário da Câmara pautando de forma incisiva e insistente. Quando tiver errado, criticando, pedindo que se corrija. Se não se corrigir, votando contrariamente. Mas, isso será uma tarefa bem intensa. Nosso partido já anunciou, estamos no campo das oposições.
 
O senhor diz que “tem que estar ao lado do povo sempre”. Neste sentido, quais as suas propostas e ideias em favor do povo ou para se manter ao lado do povo?
 
Precisamos entender que temos exemplos a seguir e outros que não devem ser seguidos. No nosso estado temos isso claro. O governo anterior, de Ricardo Coutinho, fez a Paraíba vitrine para o Brasil e isso é fruto de uma política planejada. A Paraíba é um estado que reduziu os números de homicídios ao longo dos anos. Isso foi feito com investimento em política de inclusão. Criou-se, por exemplo, o Prima, que é um projeto de inclusão do jovem na música. Nas comunidades em que a violência assustava, quando o Prima chegou, a violência despencou. Isso traz aquilo que é a base de tudo, o alicerce à educação. São coisas que precisam acontecer no Brasil para que possamos alcançar números importantes. O presidente Bolsonaro disse “mais Brasil, menos Brasília”, mas como? Estão anunciando temas que não trarão o que se pretende para o futuro do Brasil. É preciso rever esse modelo de gestão. E quem disse que queria mudar tem que mudar; até agora não se posicionou nesse sentido. Mas estamos aqui para propor, para construir e traças ideias. Esse é o sentimento da Bancada do PSB. 
 

Moreno Nobre
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.