08/05/2019
Tamanho
 

Deputado Danilo Cabral critica cortes de recursos para a área de Ciência e Tecnologia

Sérgio Francês   
 

O deputado Danilo Cabral (PSB-PE) rebateu, nesta quarta-feira (8), a apresentação do ministro Marcos Pontes e criticou os cortes do Governo Federal nas áreas de ciência e tecnologia e de educação. O chefe da Pasta da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações esteve na Câmara para falar dos principais programas e projetos do Ministério.

Cabral demonstrou profunda preocupação com a falta de norte do Governo para os investimentos nas políticas públicas. Criticou também as desonerações fiscais que são da ordem de R$ 400 bilhões. “Estamos aqui em R$ 2,1 bilhões em investimentos na ciência e tecnologia. Se somarmos com a educação, são mais R$ 7 bilhões. Quando olhamos para o que o Governo faz de gestos para outras áreas, isso não vale nada. São R$ 400 bilhões em renúncias”, informou. O parlamentar solicitou ao Ministério da Economia estudo para saber o que as renúncias fiscais geram de benefícios para a população brasileira.

Presente na audiência que se discute as políticas para ciência e tecnologia, o deputado Gervásio Maia (PSB/PB) também criticou as desonerações fiscais e sugeriu que o governo busque recursos na taxação dos lucros das empresas. “Não podemos fechar os olhos para os grandes devedores e estabelecer uma liberalidade nas renúncias sem explicar para o país quais são benefícios gerados. Vamos tirar recursos do alicerce do país?”, finalizou ao indagar sobre os recursos contingenciados da ciência e educação.

O socialista Rafael Motta (RN) reforçou que a educação superior e a produção científica no País sofrem um desmonte atualmente. “Tínhamos, em anos anteriores, cerca de R$ 9,5 bilhões na Pasta. Hoje, temos R$ 2,9 bilhões. Os gráficos mostram uma reta descendente. Era para ser exatamente o oposto, uma curva exponencial. Sentimos que a produção científica no Pais não é prioridade”, declarou.

Ciência e Tecnologia - O ministro Marcos Pontes reconheceu que os investimentos na área estão defasados. Ele citou por exemplo as bolsas de pesquisas que estão com os valores desatualizados há vários governos. “Precisamos colocar importância na área como política de estado”, declarou o ministro ao entender que apenas um esforço conjunto pode tornar a ciência e a tecnologia um tema importante para o País.

 
 

Fabrício Francis
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.