30/10/2019
Tamanho
 

Socialistas participam de ato em defesa da liberdade de expressão e de imprensa

Chico Ferreira   
Tadeu Alencar discursa em defesa da liberdade de expressão
 

A Câmara dos Deputados recebeu, nesta quarta-feira (30), o movimento “Direitos Já! Fórum pela Democracia”, que realizou ato em defesa da liberdade de expressão, de imprensa e Estado laico. Participaram do evento o líder do PSB na Câmara, Tadeu Alencar (PE), o líder da Oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ), e os socialistas Gervásio Maia (PB), Vilson da Fetaemg (MG), Elias Vaz (GO), Camilo Capiberibe (AP), Cássio Andrade (PA), João Campos (PE) e Aliel Machado (PR). Diretor vice-presidente da Fundação João Mangabeira, Alexandre Navarro também participou do ato representando o Observatório da Democracia. 
 
Tadeu lembrou que nos seus 72 anos de história, o PSB sempre esteve ao lado de diversas forças políticas, com um espírito de aliança, à frente das melhores causas do Brasil. “Desde a campanha da redemocratização, a esquerda democrática se organizou para criar um partido, que desde o seu nascimento teve por lema aqueles valores que nos orientam e nos iluminam, a defesa de um socialismo democrático”, explicou. 
 
Para o líder socialista, os valores e o programa do PSB são incrivelmente atuais, mesmo em um momento que a Legenda propõe a autorreforma, justamente para aprimorar o seu ideário em um momento grave da vida brasileira. “É um momento em que o mais alto mandatário da República comete todo tipo de atrocidade em relação a democracia brasileira”, criticou.
 
O parlamentar reforçou que, de todas as atitudes regressivas do atual Governo, a que mais preocupa a todos são os atentados diários contra o estado democrático de direito. “O Bolsonaro não é o dono do Brasil. Ele precisa respeitar as instituições. E respeitá-las é, precisamente, fazer com que elas cumpram o seu papel, que constitucionalmente está reservado a cada um desses atores”, afirmou.    
 
Molon destacou que esse é um movimento da maior importância para o Brasil nesse momento. Ele citou as manifestações dos diversos movimentos representados no ato como muito importantes para defender os aspectos da liberdade de expressão e de imprensa. “São liberdades que vem sendo ameaçadas e muitas vezes motivadas por uma visão equivocada do papel do Estado”, disse.
 
O líder da Oposição disse que o presidente da República olha para a cultura como se fosse papel do Estado, a partir de uma certa visão ideológica ou religiosa, censurar a manifestação artística e cultural. Ele informou que, para enfrentar a ameaça à liberdade de expressão, o PSB apresentou um Projeto de Lei para evitar que espaços culturais, editais e incentivos financeiros sejam enviesados por qualquer tipo de censura. 
 
Alexandre Navarro citou o artigo 5° da Constituição, que diz que a liberdade de expressão é fundamental, seguida pela liberdade artística e científica. Ele lembrou, inclusive, que a ideia desse Governo é juntar Capes com CNPQ, causando um problema grave para o futuro do país. “Já provocaram uma redução de 52% dos recursos da Capes”, informou. 
 
O problema ambiental do país, contrário a qualquer princípio democrático, também foi alvo de críticas de Navarro. De acordo com ele, o Painel de Mudanças Climáticas das Nações Unidas de 2005 diz que o nível das águas nas regiões costeiras brasileiras aumentaria em até 54%, em 2013 esse número aumentou para 82%, em revisão recente a indicação é de crescimento acima de um metro no nível das águas. “Se o nível das águas marinhas brasileiras crescer até um metro teremos que sair das cidades litorâneas, 82% da população brasileira. O problema climático, as mudanças climáticas, o impacto na pobreza, na miséria, na desigualdade fundamentalmente será grande no nosso país”, declarou.     

Moreno Nobre
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.