26/03/2020
Tamanho
 

Em sessão no Plenário, Molon faz críticas ao pronunciamento do presidente da República

Dinho Souto   
 

O Plenário da Câmara dos Deputados realizou, nesta terça-feira (25), a primeira sessão deliberativa virtual, que contou com a totalidade dos deputados do PSB. A prioridade durante o período de calamidade pública é votar propostas de enfrentamento à pandemia do coronavírus e aos impactos que terá na saúde pública e na economia no Brasil. Alguns líderes de bancadas partidárias da Casa participaram da sessão presencialmente, entre eles o líder do PSB na Câmara, Alessandro Molon (RJ).

Entre as medidas aprovadas na noite de ontem, está o projeto de lei que prevê a distribuição dos alimentos da merenda escolar às famílias dos estudantes que estiverem suspensas as aulas na rede pública de educação básica. “O PL procura resolver um problema concreto que existe de acesso à merenda, mas através de uma solução inteligente, não fazer com que crianças e famílias se aglomerem nas escolas, mas ao contrário, garante acesso a alimentação sem que estejam na escolas sendo submetidas a enormes riscos a si e aos seus familiares. O PSB vota sim a esta proposta”, afirmou Molon. O Plenário aprovou também projeto de lei que libera o uso de telemedicina em caráter emergencial enquanto durar a crise ocasionada pelo coronavírus.

Durante a sessão deliberativa, o líder do PSB fez duras críticas ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, na noite de terça-feira (24), em cadeia nacional. O presidente da República voltou a classificar as medidas de isolamento social para o combate do coronavírus de “histeria”, e falou para as pessoas voltarem as ruas, menos os idosos e grupos de risco. “Não posso deixar de mencionar o desastroso comunicado do presidente. É de uma gravidade sem tamanho. Estamos em um esforço, o País inteiro, para evitar a disseminação dessa pandemia e a fala do principal líder do Poder Executivo vai no sentido contrário. O pronunciamento vai contra a vida dos brasileiros”, lamentou Molon.

O socialista acrescentou que é salutar o Parlamento se reunir, de forma bastante reduzida, mostrando o esforço e contribuição para evitar que a pandemia se espalhe, mas na luta para garantir a aprovação de soluções que possam garantir direitos aos brasileiros.

 

O que diz a OMS


A Organização Mundial da Saúde (OMS) tem defendido medidas duras de isolamento social para que os sistemas de saúde não entrem em colapso por meio de picos muito altos de infectados graves.

Recentemente, a instituição afirmou que não são apenas os idosos e as pessoas com doenças preexistentes que estão tendo que ser auxiliados por aparelhos de respiração. A Sociedade Brasileira de Infectologia também divulgou nota, afirmando que “ficar em casa” é a resposta mais adequada para a maioria das cidades brasileiras neste momento.

Andrea Leal com informação da Agência Câmara
 
     
 
     
 
       
 
Liderança do PSB na Câmara dos Deputados
Câmara dos Deputados - Anexo II - Bloco das Lideranças Partidárias Sala 114 Fone: (61) 3215-9650 - Fax: (61) 3215-9663
Assessoria de imprensa: (61) 3215-9656 • e-mail: imprensa.psb@camara.gov.br ® 2016 • Liderança do PSB na Câmara. Todos os direitos reservados.